Aparelho Ortôdontico: 10 Motivos que Mostram que Chegou a Hora de Você Usar e Alcançar um Sorriso Top

por:

Aparelho Ortodôntico é o nome técnico para o famoso aparelho que o dentista coloca nos pacientes. Mas afinal como saber quando eu tenho que usar?

Você já perguntou para alguém que usa aparelho qual é o motivo para ele usar?

Pois é, crianças, adolescentes, adultos e idosos, não tem idade pra melhorar o sorriso e resolver problemas bucais.

Existem diversas indicações para o uso do aparelho e eu quero te mostrar algumas delas.

Prometo que não vou escrever um texto super técnico que você não vai entender nada.

Fique tranquilo!

Então, fique ligado nesta super dica que preparei para você. Acompanhe uma lista com vários motivos que mostram que está na hora de visitar o dentista.

Veja alguns motivos clássicos:

  • Dentes tortos
  • Mordida aberta
  • Dentes girovertidos
  • Espaço grande entre os dentes
  • Dentes sem espaço

Enfim, se você quer saber mais então fique atento e já compartilhe esse artigo com seu amigo que também precisa usar aparelho.

1. Dentes tortos

Talvez esse seja o principal motivo para uma pessoa buscar o cirurgião-dentista para usar aparelho no dentes.

Quem se olha no espelho percebe que os dentes estão se movimentando e estão bem fora do lugar. O motivo para esta movimentação dos dentes são diversas e podem ocorrer em diferentes idades.

Em muitos casos esse processo se inicia durante a troca dos dentes, dos 7 aos 12 anos, e já fica bastante evidente o desalinhamento dos dentes. Por isso que é muito comum o uso de aparelho entre pré-adolescentes.

O Problema é que nem todos os casos podem ser percebidos pelos próprios pacientes.

Como assim?

Bom, existem muitos outros motivos que justificam o uso do aparelho e muito deles só podem ser diagnosticados pelo dentista.

2. Espaço entre os dentes

Você conhece alguém que tem dentes pequenos e espaço entre eles?

Acredito que sim.

Bom, é do conhecimento de todos que as características hereditárias dos nossos pais se expressam em nosso corpo: a cor dos olhos, cor da pele, tipo de cabelo, tamanho do pé e etc.

E é claro que os dentes não ficam fora deste processo.

Os dentes pequenos e espaçados causam bastante desconforto visual, ainda mais porque refletem um aspecto de sorriso infantil.

Esta causa pode ser solucionada com o uso do aparelho para fechar esses espaços.

Porém, em alguns casos após o uso do aparelho alguns espaços ainda permanecem e são necessárias restaurações estéticas para reanatomizar os dentes, ou seja, para melhorar o formato e devolver a naturalidade ao sorriso.

3. Dentes sem espaço

Da mesma forma que temos dentes com espaço, a ausência de espaço também causa grande incomodo.

Os caninos (dentes pontudos) são uns dos últimos dentes a nascerem, por volta dos 10-12 anos. E infelizmente, por ser um dos últimos a chegarem na boca ele acaba sem espaço e fica igual a situação da foto.

Este também é um motivo muito comum entre as queixas dos pacientes.

4. Mordida Aberta

A mordida aberta é a deficiência de contato entre dentes superiores e inferiores, ou seja, os dentes superiores não se encontram com os inferiores. Pode ser na região anterior (dentes da frente) ou posterior (dentes do fundo) . Pode estar presente na dentição de leite, mista (dentes de leite mais permanentes) ou na dentição permanente.

Diferentes causas:

  • relacionado a fatores hereditários: presença de problemas respiratórios, tamanho da língua ou problemas neurológicos.
  • relacionados a hábitos: chupar dedo, amamentação prolongada, chupeta ou sucção de objetos estranhos.

O tratamento vai depender da idade do paciente.

  • dentição decídua (dente de leite): aparelhos removíveis e ortopédicos
  • dentição mista: aparelhos ortopédicos ou fixo
  • dentição permanente: aparelho fixo

Algumas mordidas abertas são mais complicadas caracterizadas por mordidas abertas esqueléticas.

A mordida aberta esquelética geralmente é acompanhada de uma face longa no adulto. É aquela criança que passou a infância toda com mordida aberta, que possui na família outros parentes com mordida aberta também, e acaba evoluindo para um adulto com mordida aberta esquelética (geralmente hereditário).

Nestes casos, o tratamento é com aparelho fixo associado a cirurgia ortognática para a correção da base óssea superior. (osso da maxila).

5. Mordida cruzada

A mordida cruzada acontece quando a arcada superior não se relaciona corretamente com a arcada inferior. O surgimento da mordida cruzada acontece desde a primeira dentição (dentes de leite) até a dentição permanente.

Este problema pode ser bem grave ao longo do tempo, podendo acarretar na perda do dente e no desenvolvimento do bruxismo.

Por isso, fique atento e não deixe de procurar um ortodontista para te ajudar.

6. Preparo pré-implantes

Muitos pacientes que perderam um ou mais dentes não sabem que os dentes continuam a se movimentar com o passar do tempo. E isto leva a arcada dentária a se adaptar com ausência dos dentes.

É então que surge o dilema:

Fazer os implantes sem melhorar o posicionamento dos dentes ou usar o aparelho antes dos implantes?

O mais indicado quando o paciente quer realizar uma reabilitação com próteses e implantes é realizar a colocação do aparelho para melhorar o posicionamento dos dentes, para só então realizar as próteses.

Porque uma vez que os implantes estão instalados, fica muito mais difícil movimentar os dentes com o aparelho para ajustar a mordida, ainda mais porque implantes não se movimentam.

Muitas vezes os pacientes não tem muita paciência, visto que com o aparelho o resultado final vai demorar um pouco mais para chegar.

Contudo, este é um dos grandes motivos do número cada vez maior de adultos usarem o aparelho ortodôntico.

7. Alinhamento dos dentes

É muito comum também em pacientes que tem uma correta relação entre a arcada superior e inferior apresentarem dentes desalinhados.

Nestes casos o tratamento será indicado para corrigir o alinhamento dos dentes. Para este tipo de tratamento existem os alinhadores estéticos. 

É um tipo de aparelho ortodôntico que não necessita de braquetes ou fios metálicos. Com apenas algumas moldeiras é possível realizar o alinhamento dos dentes.

A grande vantagem deste método é que além de eficiente é imperceptível socialmente.

Ninguém saberá que você está usando o aparelho.

8. Retrognatismo

Situação clínica em que a mandíbula apresenta tamanho menor do que a maxila, ou seja, o osso maxilar (superior) está a frente do osso mandibular (osso inferior).

O aspeto visual é de um queixo bem pequeno.

Além do problema dentário e ósseo, este tipo de deformidade pode causar apinéia e problemas respiratórios. Quando o diagnóstico é feito na idade infantil o uso de dispositivos ortopédicos aliado ao aparelho ortodôntico podem solucionar o caso.

Na idade adulta, normalmente se faz necessária a correção cirúrgica da discrepância entre maxila e mandíbula. O aparelho ortodôntico participa desse processo como um passo anterior a cirurgia, chamado de preparo pré-cirurgico.

8. Prognatismo

O prognatismo é a relação inversa do retrognatismo, onde a mandíbula é maior do que a maxila.

O aspecto visual é de um queixo grande e largo. O lábio superior apresenta um aspecto fino e murcho.

A indicação clínica é igual para os casos acima tanto na idade infantil como na idade adulta.

Um alerta super importante é não deixar de levar a criança em consulta odontológica. O diagnóstico precoce previne a execução de cirurgias futuras.

10. Dentes girovertidos

O que é um dente girovertido?

Calma, vou te explicar.

Acontece quando um dente gira e fica fora da posição ideal. Manter um dente girado em boca pode prejudicar a mordida.

Quando o dente girovertido está localizado nos dentes anteriores ele é facilmente percebido.

Com o tratamento ortodôntico o dente pode ser trazido até a posição original.

Conclusão

Durante a matéria eu procurei colocar algumas das principais indicações para o uso do aparelho ortodôntico. Hoje em dia não existe mais a barreira da idade para ter um sorriso mais certinho e alinhado.

O importante é saber identificar o problema ou procurar a ajuda de um profissional capacitado que possa te mostrar os possíveis caminhos para um bom tratamento.

Algumas das principais insatisfações dos pacientes para não querer usar o aparelho são:

  • tempo
  • sorriso metálico
  • desconforto

Porém, quero te apresentar uma matéria que preparei: 03 aparelhos estéticos que podem melhorar o seu sorriso.

Nesta matéria eu falo um pouco sobre algumas alternativas para o tratamento convencional com aparelhos, que podem te levar a um tratamento mais rápido e eficiente. Ficou super bacana!

E é claro, aparelhos estéticos que podem disfarçar o sorriso metálico.

Grande abraço!

Lembre-se: Sorrir faz Bem!

Autor

Henrique Masson Formado em Odontologia pela Universidade de São Paulo (USP), especialista em Periodontia e Estética. Sou apaixonado pela profissão e estou aqui para te ajudar!

Posts Relacionados

  • Dicas

Cirurgia bariátrica enfraquece os dentes?

Recebi em meu consultório um paciente que recentemente havia feito a cirurgia bariátrica e me fez a seguinte pergunta: Dr. Cirurgia bariátrica enfraquece os dentes? Você talvez esteja procurando nas redes de pesquisa como o google... Ver Mais

0
  • Dicas

Veja o Antes e Depois do Sorriso dos Artistas e Descubra o Que Eles Tem em Comum

Quer ver o antes e depois do sorriso dos artistas, celebridades e jogadores de futebol? E ainda conhecer em detalhes os tratamentos mais executados por eles? Então, não perca tempo e veja o vídeo abaixo!... Ver Mais

0